São José do Apuí

Oitenta pessoas estavam no salão paroquial de São José do Apuí, no Mato Grosso. A maioria é de famílias paranaenses que vieram para cá há 30 anos. Os discursos relatam essa história. Naquela época, a palavra de ordem do governo era “integrar para não entregar” (lembram?) ou “terra sem homens para homens sem terra” ou mesmo “plante que o João (Figueiredo) garante. Esses homens cheios de coragem eram festejados como heróis. Hoje são tratados como bandidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: