A ilha de Marajó, essa desconhecida

Ontem assisti à entrevista do Luis Carlos Miéle no Programa do Jô e, lá pelas tantas, saiu uma piada sobre a cerâmica marajoara. Até aí nada demais: não se pode levar a sério uma piada ou tratar todas as coisas a ferro e fogo. Mas logo depois o Jô convidou os “amazonenses” da plateia a comentarem sobre a cerâmica marajoara.  “Aqui tem um pessoal do Amazonas, não tem? Vocês conhecem a cerâmica marajoara, não é?”, pergunta o apresentador. Como ninguém conhece vem a informação adicional: “Da ilha do Marajó”. Os amazoneneses continuam sem graça e Jô arremata: “Nem ele, que nasceu na ilha de Marajó (e a Câmera mostra uma pessoa, possivelmente um amazonense, enquanto os outros se entreolham, negando com a cabeça) “.  Constrangimento total!

Veja abaixo o trecho do programa. Observe que aos 5 minutos e 37 segundos Miéle faz a piada sobre a cerâmica marajoara e aos 6 minutos e 35 segundos vem a pergunta aos amazonenses.

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: