Causas

O professor José Miguel Veloso comentou, com muita propriedade, nossa postagem sobre a qualidade da educação básica.  Doutor em matemática e educador respeitado,  Veloso  constata não haver  grandes diferenças entre o Pará e os estados vizinhos, no que concerne aos níveis salariais e à qualificação dos professores, que justifiquem o desempenho inferior dos alunos paraenses nas avaliações feitas pelo MEC, e se pergunta, então, quais as causas reais do problema.

As causas são múltiplas, em nossa avaliação. Definitivamente, salário já não é melhor explicação, especialmente depois que um único piso salarial passou a ser  aplicado nacionalmente. Deficiências na qualificação docente explicam parte do problema, como é o caso do baixíssimo aproveitamento dos alunos nas provas de matemática, matéria na qual temos ainda um déficit enorme de professores qualificados. Aqui, porém, temos boas perspectivas com os trabalhos de formação  atualmente em curso em programas como PARFOR  e  Universidade Aberta.
O professor aventa  a possível influência do nível de instrução dos pais no rendimento dos alunos. A hipótese faz sentido,  especialmente quando se considera que a partir de 1997, ano de implantação do FUNDEF, mais de 600 mil novos alunos pobres, antes sem acesso à educação básica, foram incluídas nas  escolas paraenses.  A almejada  universalização da oferta do ensino fundamental  certamente não ocorreu  sem perda de qualidade,o que aumenta a magnitude do desafio a ser enfrentado.
Considerando  os avanços obtidos nas questões relativas  a salário e qualificação, considero que os pontos críticos a serem agora enfrentados situam-se na área da gestão,  da avaliação e do controle social de nossas escolas.  A gestão das escolas e dos sistemas educacionais precisa evoluir para um nível efetivamente técnico e profissional,  que privilegie o mérito educacional.  Já a questão da avaliação precisa ser colocada em novas bases, para que possa ser compreendida e assumida  pela sociedade, como instrumento de monitoramento e controle da qualidade. Quando saúdo com tanta alegria o surgimento do site www.qedu.org.br é porque acredito que ele pode nos ajudar muito nesse trabalho.

 (Este texto é de autoria do deputado Nilson Pinto. Pode ser livremente reproduzido. Agradecemos a citação da fonte)

Anúncios

3 Respostas to “Causas”

  1. Simone Pinto Says:

    Muito bem dr. Nilson, é isso aí! Muito orgulho de trabalhar com o sr.

  2. Weberson Farias Says:

    Sei que esqueceu de mim Deputado, mas eu não esqueci do sr. continuo torcendo por vc!! Professor Weberson Farias – Breu Branco – Lucivaldo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: