Pingos nos is

Nas últimas semanas, os jornais e blogs paraenses deram grande destaque ao fato do Pará perder R$ 300 milhões do Fundeb em 2012. Em todo o País as perdas superaram R$ 1 bilhão.

Sobre esse assunto, é justo que se esclareça que os recursos que compõem o Fundeb vêm de outras fontes, como o Fundo de Participação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM). Veja aqui quais são as fontes.

Já mencionei em outro post o impacto negativo sobre o FPE e o FPM em decorrência da decisão do governo federal de isentar do IPI os veículos e eletrodomésticos da linha branca.

Assim, quando sentir vontade de responsabilizar o Governo do Estado ou a Prefeitura Municipal por causa das perdas para a educação, lembre-se desse post, faça justiça e reclame com o governo federal pela decisão de isentar do IPI os automóveis e eletrodomésticos. Afinal, a queda dos repasses do Fundeb decorre diretamente da perda de arrecadação dos impostos.

Repito: para beneficiar a indústria do sudeste desenvolvido, o governo federal prejudicou a educação de Estados e Municípios, especialmente nos municípios mais pobres.

Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: