Dois pesos, duas medidas? Não!

justA Câmara dos Deputados concluiu antes de ontem a votação do processo de criação de novos partidos, em uma triste manobra a fim de prejudicar a criação do novo partido de Marina Silva. E eu já escrevi sobre isso antes (leia aqui). E ontem, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) tomou a acertada decisão de suspender a tramitação do projeto até que o plenário do Supremo decida se a proposta pode ou não ser votada pelo Senado. Leia aqui a matéria completa do jornal O Estado de São Paulo.

Para mim, foi a respiração, afinal, da democracia. Quero deixar claro que sou favorável que se estabeleça barreiras à criação despudorada e irresponsável de novos partidos. Igualmente sou contrário à migração interesseira e desleal de parlamentares para partidos diferentes daqueles que os elegeram.

Também quero destacar que não pretendo votar em Marina Silva nem ingressar no partido dela. Divirjo de várias ideias dela e não a tenho como meu modelo político.

Isto esclarecido, deixo claro que, apesar das diferenças, defendo o direito de Marina de ter seu partido criado nos mesmos moldes que o PSD. Meu protesto é contra a mudança das regras no meio do jogo!  As regras que valeram para a criação do PSD estão sendo mudadas para impedir a criação do partido de Marina Silva.

Eu aceitaria de bom grado as mudanças aprovadas pela Câmara, desde que valessem para as eleições após 2014. Se a regra vale para João, deve valer para Antônio também, não é?

Anúncios

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: