Peru aposta no Gabinete Binacional para fortalecer relações com o Brasil

Brasília – O Peru aposta na criação do Gabinete Binacional como medida para fortalecer as relações bilaterais com o Brasil. Foi o que expressou nesta quarta-feira, 16, o Embaixador peruano Vicente Rojas Escalante, em audiência com o presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), da Câmara dos Deputados, Nilson Pinto (PSDB-PA).

De acordo com o diplomata, o Gabinete Binacional terá totais condições para tratar os temas da agenda bilateral, especificamente as questões fronteiriças. A formalização deste instrumento deverá dar-se na reunião de vice-ministros de Relações Exteriores que será realizada em Lima, nos dias 12 e 13 de junho. O Peru já mantém gabinetes com a Bolívia, Chile, Colômbia e Equador. Dos países com os quais tem fronteira, apenas o Brasil ainda não instituiu o mecanismo.

Em 2009, foi criada a Comissão Vice-Ministerial de Integração Fronteiriça, que cuida, entre outros, de assuntos relacionados com controle fronteiriço integrado, transportes, saúde na fronteira, cooperação ambiental fronteiriça e temas indígenas. Os dois países mantêm ainda forte relacionamento no combate a ilícitos transnacionais, destacadamente ao narcotráfico.

Nesse sentido, foi instituída a Comissão Mista sobre Drogas e Temas Conexos como espaço para acompanhamento político-diplomático da colaboração entre autoridades dos dois países visando o fortalecimento do combate conjunto da criminalidade transfronteiriça.

“Não há como atacarmos problemas que são comuns, de maneira isolada e em apenas um lado da fronteira. Neste sentido, o fortalecimento da cooperação na forma dos mecanismos já instituídos e no âmbito de um Gabinete Binacional que reúne os presidentes e os seus respectivos ministros, é fundamental”, explicou Nilson Pinto.

Vicente Rojas Escalante assinalou ainda o Peru continua aberto aos investimentos brasileiros e que há interesse especial na cooperação em temas amazônicos. Além disso, destacou a importância do diálogo político por meio de grupos parlamentares nos dois países. No Parlamento peruano funciona a Liga Parlamentar Peru-Brasil, cujos congressistas manifestam desejo contínuo de estreitar laços com seus homólogos brasileiros.

Texto e fotos: Marcelo Rech

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: